Google+ Badge

terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

VENCENDO AS TENTAÇÕES.

Encare a realidade da situação. Diga a Deus exatamente como se sente (Fp 4.6: Hb 4.16, 7.25). Ele não ficará espantado e até respeitará sua sinceridade. Foi ele quem nos criou com anseios emocionais profundos e intensos desejos físicos. Ele conhece a "nossa estrutura".


Reconheça que a tentação é temporária. Mesmo que ela seja muito forte e sedutora, não durará para sempre, ainda que possa repetir-se.


Vejo que as Escrituras ensinam. A Palavra de deus é a nossa melhor defesa contra Satanás e suas artimanhas, uma das quais é encher-nos de dúvidas quanto às boas intenções de Deus para nós e fazer-nos pensar que somos exceções à sua lei. Nosso conhecimento da palavra de Deus bem como a fé que depositamos nela nos protegem da derrota e destruição. O próprio Jesus respondeu às tentações de Satanás com a Palavras escrita. (Para saber mais sobre o plano Deus , leia 1 Coríntios 6,7.24,2 Coríntios 7.1, e 1 Tessalonicenses 4.3.)


Resolva obedecer a Deus. Não importa a intensidade de seu desejo, nem o quanto terá que sofrer para fazer essa autonegação, mais viva de acordo com os padrões propostos por Deus. Se obedecer, o Senhor fortalecerá, restaurará e recompensará.


Não dê " lugar a carne". Não se coloque voluntariamente numa situação em que terá plenas condições de liberdade e privacidade para ceder à tentação.


Saiba com certeza que você pode vencer às tentações. Não importa a intensidade dela, não temos  que ceder. Juntamente com cada tentação, Deus nos dá um "livramento" (1 Co 10.13). Creio que esse "livramento"é o poder do Espírito Santo - o Espírito de Cristo que habita em nós.
"O Cristo que conheceis não é um ser fraco, indiferente ao que se passa dentro de vós, mas é uma força que dentro de vós vem a agir formidavelmente ". (2 Co 13.3 - Cartas às Igrejas Novas.) A satisfação sexual, ao contrário do que propala o mundo, não é inevitável, nem essencial a um bom relacionamento amoroso.


Agradeça a Deus porque ele compreende as dificuldades por que você está passando. Ele partilha de nossa "natureza física comum", e "por virtude do Seu próprio sofrimento, sob a tentação, pode socorrer os que estão expostos à tentação".( Hb 2.14 e 18 - cartas às Igrejas Novas.)Até mesmo o apóstolo Paulo teve que renegar a si próprio para aprender a confiar em Deus e não em si mesmo( 2 Co 1.9)


Permita que Deus restaure o seu espírito abatido. Depois da tentação de Jesus, vieram os anjos e o serviram. O mesmo aconteceu a Elias, depois de haver fugido desalentado. O Senhor nos abençoa da mesma forma, em nossas tentações. Não permita que Satanás o prejudique nem à pessoas que você ama com incriminações ou acusações pela tentação. Em vez disso, busque a melhor coisa de Deus ( isto é obedeça à vontade revelada em sua palavra, que proíbe a infidelidade) para os dois, pois "...Deus é a resposta cabal às nossas mais profundas e ardentes aspirações".(1 Co 6.13- Cartas às Igrejas Novas.)


Não procure suportar seu sofrimento sozinho. Procure uma pessoa, um amigo, um conselheiro, em quem possa confiar, e que possa ajudá-lo a compreender seus próprios sentimentos, pensamentos e ações. essa pessoa pode ajudá-lo a compreender suas reações, e auxiliá-lo a reforçar sua decisão de obedecer a Deus. "Confessai, pois vossos pecados uns aos outros, e orai pelos outros, para serdes curados." (Tg 5.16)


Procure um relacionamento melhor com seu cônjuge, se é casado.Procure, de maneira ativa, consolidar bem seu relacionamento conjugal, pois até mesmo um bom casamento pode ficar debilitado por falta de apoio emocional.


Você poderá obter a vitória sobre as tentações, se observar os princípios aqui apresentados.