Google+ Badge

terça-feira, 20 de junho de 2017

" A BENDITA ESPERANÇA "


“Aguardando a bem-aventurada esperança e o aparecimento da glória do grande Deus e nosso Salvador Jesus Cristo”. ou “...da glória do nosso grande Deus e Salvador Cristo Jesus".(Tito 2:13)
Se estou aguardando, é porque há em mim uma esperança que ainda não se tornou realidade. É indício de um amor que que ainda não alcançou o objeto de sua plenitude.
Deixa prever uma alegria que ainda não se transformou em experiência. Sugere também a necessidade de preparativos para tal encontro. Requer constância, pois não foi anunciado ainda o momento exato do encontro. Fala de um encontro de entes que se amam.
Aguardar também implica em conclamação para uma certa atividade até que Ele venha. Somos levados a conduzir uma vida pura.
É motivo para o coração cantar em antecipação à superabundância de alegria que há de se manifestar. A alma é conduzida à adoração ante a maravilha que está eminente. O propósito de perseverar é fortalecido, pois é líquido e certo que o que há de vir virá, e não tardará ( Heb. 10:37 )

domingo, 28 de agosto de 2016

Banda Luz - "Tuas Asas"

quinta-feira, 14 de abril de 2016

" IDE, TAMBÉM VÓS, PARA A VINHA " ( MT. 20:1-16 )

"Duas Características Fundamentais na Cultura do Reino"
" IDE, TAMBÉM VÓS, PARA A VINHA " ( MT. 20:1-16 )No evangelho de Mateus,o reino dos céus é citado mais de 40 vezes, se você tiver tempo e paciência, verifique e você fará um excelente exercício e um bom estudo...A parábola dos trabalhadores ressalta duas características importantes relacionadas com o Reino dos céus....Vejamos.
1 = A SOBERANIA DE DEUS : Contratou trabalhadores para a primeira hora. Precisando de mais,contratou outros para as horas seguintes. Terminada a jornada chama todos e paga-lhes.
Então começa a murmuração e o descontentamento, mas o Senhor tinha motivos para agir assim (13-15) Aprendemos aqui, que os critérios divinos se fundamentam na justiça e na bondade.
Como Justiça, nenhum dos trabalhadores que começou a trabalhar na primeira hora
deixou de receber o que lhe era devido. Os que trabalharam a partir de mais tarde, foram alcançados pela graça, pela bondade. Acima de tudo porém ressalta a soberania de DEUS, prefigurada no Senhor contratante e expressas nos versos 13 a 15.
A misericórdia divina não pode ser medida pelos critérios humanos..
Obs.O pagamento tinha de ser feito de acordo com a lei judaica, ao por do sol, isto é , as 18:00 horas..como diz Levítico 19:13 " a paga do jornaleiro não ficará contigo até pela manhã..........
O Senhor é fiel no que Ele trata com os seus.....Aleluias..
2 = A MALDADE DO HOMEM : (11-12) Dificilmente a criatura humana se satisfaz com o que tem. Ao entrar na posse do bem alcançado, ao invés de dar graças a Deus, imediatamente deseja outro.E há alguns tão gananciosos, que, se chegarem ao céu, passada a primeira impressão e a primeira alegria murmurarão....:
"E AGORA , O QUE TEREI A MAIS ? "
O verdadeiro cristão não é assim; aprendeu a dar graças não POR tudo, mas EM tudo, como ensina Paulo em I Tessalonicenses 5:18 "Em tudo dai graças, porque esta é a vontade de Deus em Cristo Jesus para convosco."
Shalom ..tenham uma boa semana na paz do Senhor.
Pr. Jair B. Lima

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2016

" Mais amor que obrigação " ( Colossenses 3:18,19 ; 4:1 )


Mulheres, sujeitem-se a seus maridos, como convém a quem está no Senhor. (Colossenses 3:18)
Maridos, amem suas mulheres e não as tratem com amargura.
(Colossenses 3:19)
Senhores, dêem aos seus escravos o que é justo e direito, sabendo que vocês também têm um Senhor no céu. (Colossenses 4:1)
* O que devemos fazer como cristãos *
Imagine que devemos fazer uma pesquisa de opinião perguntando o seguinte : O que está errado com nossa sociedade atual?
Três assuntos seriam dominantes nas respostas : Problemas conjugais e relacionais, juventude rebelde e conflitos econômicos.
O texto bíblico acima atinge o alvo certo para a atual situação do mundo hoje. Entenderemos bem mais estes versículos se estabelecermos um paralelo com Efésios 5:21-6:9. (" Sujeitem-se uns aos outros, por temor a Cristo.Efésios 5:21 - Vocês, senhores, tratem seus escravos da mesma forma. Não os ameacem, uma vez que vocês sabem que o Senhor deles e de vocês está nos céus, e ele não faz diferença entre as pessoas.")
Efésios 6:9
Aqui Paulo inicia seu ensino sobre a família com as seguintes palavras "submetei-vos uns aos outros no temor de Cristo". Isto faz parte do ensino como os cristãos se devem relacionar uns com os outros : do mesmo modo que se submetem a Jesus como Senhor, devem submeter-se uns aos outros em humildade e serviço, deixando de lado as pressões da competitividade do mundo. Jesus dá o exemplo, lavando os pés dos discípulos.
Aqui começa o relacionamento entre o marido e a esposa:
não uma luta pelo poder mas servindo um ao outro em "amor".
O desejo do marido de amar a esposa "como Cristo amou a sua Igreja" - sacrificando-se por ela, e ela seguindo sua liderança sem tornar-se um "capacho".
O mesmo padrão se aplica aos pais, cujo trabalho é servir os filhos liderando-os e governando-os, e os filhos chamados a servir os pais por causa de Jesus - não por causa da tradição do domínio paterno.
Paulo dá a mesma base para o vínculo entre patrões e empregados. como isso funcionaria na época de Paulo, onde a escravidão era comum ? Ou em nossa sociedade tão ávida por lucros...?
Significa que o empregado não tem direitos nem o patrão tem responsabilidades, a não ser o lucro ?
"Senhores, dêem aos seus escravos o que é justo e direito, sabendo que vocês também têm um Senhor no céu." (Colossenses 4:1)
Vós também tendes um SENHOR.....
Boa semana amados........Shalom.

sábado, 30 de janeiro de 2016

" Ocupação e não preocupação " (Mateus 6:19-34)


** NÃO VOS INQUIETEIS**
Parece que a atitude de muitos é por que orar, se posso cuidar bem disso ?
A preocupação, ou inquietação, estrangula a vida, joga arreia na delicada máquina da mente, causando dr emocional. A preocupação inibe a vida.
Jesus não fez sugestões; Ele deu ordens, e hoje lemos da ordem que deu para não, nos inquietarmos. Como tudo o que Jesus diz, é uma afirmação de bom senso espiritual. A inquietação com o que vestir não produzirá roupas novas, a preocupação com comida não produzirá não aumentará a quantia na panela.
A preocupação com a vida não estenderá os seus dias.
O resultado da preocupação pode bem ser exatamente o contrário. É possível dispender muito esforço valioso em preocupação com fatos, que muitas vezes nem se concretizam.
Ao contrário, deveríamos concentrar nossas energias nos acontecimentos do Reino de Deus em obediência a sua vontade. Deus então, cuidará das nossas necessidades diárias, da mesma forma como cuida dos pássaros e das flores.
Será que Ele fará menos pelos seus filhos - aqueles cujo destino é a Glória Eterna ?. Deus está cuidando de Nós - não como sensor pensando em correção, castigo ou detenção, antes como pai, amando e protegendo, tendo os nossos melhores interesses como alvo.
Quando meus filhos estão jogando futebol , ou participando de alguma competição, estamos sempre ao lado do campo, ou no lugar onde se dá o evento competitivo gritando instruções. Estes meus gritos são de incentivos e não de críticas, pois eu quero que eles produzam o máximo e deem tudo o que tem.
O nosso Pai Celestial, também quer que nós apreciemos a vida.
"Não se preocupem diz Ele. Eu estou cuidando de tudo"
Pai ajuda-nos a confiar em Ti e assim enxergar as coisas na sua devida perspectiva. Amem!
Porque se preocupar, se você pode orar...?
Shalom amados.
Jair B. Lima.