Google+ Badge

quinta-feira, 30 de novembro de 2017

"PROFISSÃO: CRÍTICO DE CULTO"

"PROFISSÃO: CRÍTICO DE CULTO"
Poucas coisas endurecem a alma, mortificam o coração, fecham os ouvidos e esfriam as afeições quanto isso. É uma das maiores armas de nosso adversário, embora poucas pessoas reconheçam. Poderíamos esperar que um inimigo assim seria óbvio, mas muitas vezes ele opera sutilmente nas sombras da mente e nas ruminações privadas do coração. Ainda há o risco ainda mais mortal de fingir santidade quando estamos encorajando o orgulho com a falsa impressão de que somos mais santos que outros devido ao nosso maior “discernimento”. Assumir o cargo de crítico do culto enfraquece e mata muitos adoradores em potencial nas igrejas, todos os Domingos.
Sendo bem honesto, poucos de nós entram na igreja com essa motivação consciente. Quão tolo seria acordarmos cedo no Domingo para ser o crítico de plantão. Mas assim que escolhemos nosso lugar no banco da igreja, nosso foco e motivação se escondem diante da voz que grita internamente “eles não estão fazendo isso certo!”, “eles não estão fazendo direito!” ou “eles não estão fazendo como eu faria”. E no meio disso tudo, deixamos de ser adoradores e passamos a ser os críticos. (Jason Helopoulos)

terça-feira, 20 de junho de 2017

" A BENDITA ESPERANÇA "


“Aguardando a bem-aventurada esperança e o aparecimento da glória do grande Deus e nosso Salvador Jesus Cristo”. ou “...da glória do nosso grande Deus e Salvador Cristo Jesus".(Tito 2:13)
Se estou aguardando, é porque há em mim uma esperança que ainda não se tornou realidade. É indício de um amor que que ainda não alcançou o objeto de sua plenitude.
Deixa prever uma alegria que ainda não se transformou em experiência. Sugere também a necessidade de preparativos para tal encontro. Requer constância, pois não foi anunciado ainda o momento exato do encontro. Fala de um encontro de entes que se amam.
Aguardar também implica em conclamação para uma certa atividade até que Ele venha. Somos levados a conduzir uma vida pura.
É motivo para o coração cantar em antecipação à superabundância de alegria que há de se manifestar. A alma é conduzida à adoração ante a maravilha que está eminente. O propósito de perseverar é fortalecido, pois é líquido e certo que o que há de vir virá, e não tardará ( Heb. 10:37 )

quinta-feira, 14 de abril de 2016

" IDE, TAMBÉM VÓS, PARA A VINHA " ( MT. 20:1-16 )

"Duas Características Fundamentais na Cultura do Reino"
" IDE, TAMBÉM VÓS, PARA A VINHA " ( MT. 20:1-16 )No evangelho de Mateus,o reino dos céus é citado mais de 40 vezes, se você tiver tempo e paciência, verifique e você fará um excelente exercício e um bom estudo...A parábola dos trabalhadores ressalta duas características importantes relacionadas com o Reino dos céus....Vejamos.
1 = A SOBERANIA DE DEUS : Contratou trabalhadores para a primeira hora. Precisando de mais,contratou outros para as horas seguintes. Terminada a jornada chama todos e paga-lhes.
Então começa a murmuração e o descontentamento, mas o Senhor tinha motivos para agir assim (13-15) Aprendemos aqui, que os critérios divinos se fundamentam na justiça e na bondade.
Como Justiça, nenhum dos trabalhadores que começou a trabalhar na primeira hora
deixou de receber o que lhe era devido. Os que trabalharam a partir de mais tarde, foram alcançados pela graça, pela bondade. Acima de tudo porém ressalta a soberania de DEUS, prefigurada no Senhor contratante e expressas nos versos 13 a 15.
A misericórdia divina não pode ser medida pelos critérios humanos..
Obs.O pagamento tinha de ser feito de acordo com a lei judaica, ao por do sol, isto é , as 18:00 horas..como diz Levítico 19:13 " a paga do jornaleiro não ficará contigo até pela manhã..........
O Senhor é fiel no que Ele trata com os seus.....Aleluias..
2 = A MALDADE DO HOMEM : (11-12) Dificilmente a criatura humana se satisfaz com o que tem. Ao entrar na posse do bem alcançado, ao invés de dar graças a Deus, imediatamente deseja outro.E há alguns tão gananciosos, que, se chegarem ao céu, passada a primeira impressão e a primeira alegria murmurarão....:
"E AGORA , O QUE TEREI A MAIS ? "
O verdadeiro cristão não é assim; aprendeu a dar graças não POR tudo, mas EM tudo, como ensina Paulo em I Tessalonicenses 5:18 "Em tudo dai graças, porque esta é a vontade de Deus em Cristo Jesus para convosco."
Shalom ..tenham uma boa semana na paz do Senhor.
Pr. Jair B. Lima

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2016

" Mais amor que obrigação " ( Colossenses 3:18,19 ; 4:1 )


Mulheres, sujeitem-se a seus maridos, como convém a quem está no Senhor. (Colossenses 3:18)
Maridos, amem suas mulheres e não as tratem com amargura.
(Colossenses 3:19)
Senhores, dêem aos seus escravos o que é justo e direito, sabendo que vocês também têm um Senhor no céu. (Colossenses 4:1)
* O que devemos fazer como cristãos *
Imagine que devemos fazer uma pesquisa de opinião perguntando o seguinte : O que está errado com nossa sociedade atual?
Três assuntos seriam dominantes nas respostas : Problemas conjugais e relacionais, juventude rebelde e conflitos econômicos.
O texto bíblico acima atinge o alvo certo para a atual situação do mundo hoje. Entenderemos bem mais estes versículos se estabelecermos um paralelo com Efésios 5:21-6:9. (" Sujeitem-se uns aos outros, por temor a Cristo.Efésios 5:21 - Vocês, senhores, tratem seus escravos da mesma forma. Não os ameacem, uma vez que vocês sabem que o Senhor deles e de vocês está nos céus, e ele não faz diferença entre as pessoas.")
Efésios 6:9
Aqui Paulo inicia seu ensino sobre a família com as seguintes palavras "submetei-vos uns aos outros no temor de Cristo". Isto faz parte do ensino como os cristãos se devem relacionar uns com os outros : do mesmo modo que se submetem a Jesus como Senhor, devem submeter-se uns aos outros em humildade e serviço, deixando de lado as pressões da competitividade do mundo. Jesus dá o exemplo, lavando os pés dos discípulos.
Aqui começa o relacionamento entre o marido e a esposa:
não uma luta pelo poder mas servindo um ao outro em "amor".
O desejo do marido de amar a esposa "como Cristo amou a sua Igreja" - sacrificando-se por ela, e ela seguindo sua liderança sem tornar-se um "capacho".
O mesmo padrão se aplica aos pais, cujo trabalho é servir os filhos liderando-os e governando-os, e os filhos chamados a servir os pais por causa de Jesus - não por causa da tradição do domínio paterno.
Paulo dá a mesma base para o vínculo entre patrões e empregados. como isso funcionaria na época de Paulo, onde a escravidão era comum ? Ou em nossa sociedade tão ávida por lucros...?
Significa que o empregado não tem direitos nem o patrão tem responsabilidades, a não ser o lucro ?
"Senhores, dêem aos seus escravos o que é justo e direito, sabendo que vocês também têm um Senhor no céu." (Colossenses 4:1)
Vós também tendes um SENHOR.....
Boa semana amados........Shalom.

sábado, 30 de janeiro de 2016

" Ocupação e não preocupação " (Mateus 6:19-34)


** NÃO VOS INQUIETEIS**
Parece que a atitude de muitos é por que orar, se posso cuidar bem disso ?
A preocupação, ou inquietação, estrangula a vida, joga arreia na delicada máquina da mente, causando dr emocional. A preocupação inibe a vida.
Jesus não fez sugestões; Ele deu ordens, e hoje lemos da ordem que deu para não, nos inquietarmos. Como tudo o que Jesus diz, é uma afirmação de bom senso espiritual. A inquietação com o que vestir não produzirá roupas novas, a preocupação com comida não produzirá não aumentará a quantia na panela.
A preocupação com a vida não estenderá os seus dias.
O resultado da preocupação pode bem ser exatamente o contrário. É possível dispender muito esforço valioso em preocupação com fatos, que muitas vezes nem se concretizam.
Ao contrário, deveríamos concentrar nossas energias nos acontecimentos do Reino de Deus em obediência a sua vontade. Deus então, cuidará das nossas necessidades diárias, da mesma forma como cuida dos pássaros e das flores.
Será que Ele fará menos pelos seus filhos - aqueles cujo destino é a Glória Eterna ?. Deus está cuidando de Nós - não como sensor pensando em correção, castigo ou detenção, antes como pai, amando e protegendo, tendo os nossos melhores interesses como alvo.
Quando meus filhos estão jogando futebol , ou participando de alguma competição, estamos sempre ao lado do campo, ou no lugar onde se dá o evento competitivo gritando instruções. Estes meus gritos são de incentivos e não de críticas, pois eu quero que eles produzam o máximo e deem tudo o que tem.
O nosso Pai Celestial, também quer que nós apreciemos a vida.
"Não se preocupem diz Ele. Eu estou cuidando de tudo"
Pai ajuda-nos a confiar em Ti e assim enxergar as coisas na sua devida perspectiva. Amem!
Porque se preocupar, se você pode orar...?
Shalom amados.
Jair B. Lima.