Google+ Badge

terça-feira, 14 de outubro de 2014

" Falsos Ministros, como identifica-los....? "

Judas 1: 15-19

Para fazer juízo contra todos e condenar dentre eles todos os ímpios, por todas as suas obras de impiedade, que impiamente cometeram, e por todas as duras palavras que ímpios pecadores disseram contra ele.
Estes são murmuradores, queixosos da sua sorte, andando segundo as suas concupiscências, e cuja boca diz coisas mui arrogantes, admirando as pessoas por causa do interesse.
Mas vós, amados, lembrai-vos das palavras que vos foram preditas pelos apóstolos de nosso Senhor Jesus Cristo;
Os quais vos diziam que nos últimos tempos haveria escarnecedores que andariam segundo as suas ímpias concupiscências.
Estes são os que a si mesmos se separam, sensuais, que não têm o Espírito
.

O versículo 15 enfatiza a impiedade. Esses falsos ministros são totalmente o oposto  do que DEUS  é e se nós sabemos o que Deus é, e o que a piedade é, então podemos identificar e evitá-los.
Judas nos dá mais quatro dicas  para nos ajudar a identificar  os falsos mestres : 1) Eles são murmuradores descontentes e queixosos. Eles sempre têm sempre alguma coisa para se queixar. estão sempre descontentes com a sua sorte na vida, Eles acham defeito em tudo. Nada é certo para eles. 2) Eles vivem tão somente para satisfazer todos os seus desejos. 3) Eles falam palavras bombásticas, gostam de se gabar, e 4) são bajuladores das pessoas que poderão beneficiá-los. Eles fazem de tudo para serem reverenciados
Nos versículos 3 e 4 ( Amados, procurando eu escrever-vos com toda a diligência acerca da salvação comum, tive por necessidade escrever-vos, e exortar-vos a batalhar pela fé que uma vez foi dada aos santos.
Porque se introduziram alguns, que já antes estavam escritos para este mesmo juízo, homens ímpios, que convertem em dissolução a graça de Deus, e negam a Deus, único dominador e Senhor nosso, Jesus Cristo. )

 fomos avisados ​​de que essas pessoas vão entrar na igreja e tentar arruiná-la, por isso, não temos desculpas. Eles já estão aqui, e precisamos ter certeza de que não o toleramos  aqui, mantendo vigilância neles e não dando oportunidade a eles para que não desenvolvam seus trabalho ímpios.
Judas dá mais três descrições finais deles no versículo 19 Ele os chama de 1) "sensual" ou mundano. Elas são conectados totalmente no mundo , no âmbito dos cinco sentidos.Eles não tem nenhuma conexão com o Divino. 2Eles "promovem divisões", ou seja, quando eles aparecem, a congregação começa a tomar partido. 3) Ele termina sua descrição com o oposto de sua descrição da verdadeira Igreja membros no versículo 1 "Judas, servo de Jesus Cristo, e irmão de Tiago, aos chamados, santificados em Deus Pai, e conservados por Jesus Cristo:"

"Os falsos mestres não têm o Espirito de Deus. Eles não são como nós. Eles podem estar entre nós, mas eles não são filhos espirituais de Deus (Vós, porém, não estais na carne, mas no Espírito, se é que o Espírito de Deus habita em vós. Mas, se alguém não tem o Espírito de Cristo, esse tal não é dele.
E, se Cristo está em vós, o corpo, na verdade, está morto por causa do pecado, mas o espírito vive por causa da justiça.
E, se o Espírito daquele que dentre os mortos ressuscitou a Jesus habita em vós, aquele que dentre os mortos ressuscitou a Cristo também vivificará os vossos corpos mortais, pelo seu Espírito que em vós habita.
De maneira que, irmãos, somos devedores, não à carne para viver segundo a carne.
Porque, se viverdes segundo a carne, morrereis; mas, se pelo Espírito mortificardes as obras do corpo, vivereis.
Porque todos os que são guiados pelo Espírito de Deus esses são filhos de Deus.
Porque não recebestes o espírito de escravidão, para outra vez estardes em temor, mas recebestes o Espírito de adoção de filhos, pelo qual clamamos: Aba, Pai.
O mesmo Espírito testifica com o nosso espírito que somos filhos de Deus.
E, se nós somos filhos, somos logo herdeiros também, herdeiros de Deus, e co-herdeiros de Cristo: se é certo que com ele padecemos, para que também com ele sejamos glorificados". ( Romanos 8 : 9-17 ) 

 Podemos ver pelos seus frutos que o espírito que eles têm não é de Deus.
Com estas descrições dos falsos mestres, podemos ser mais confiante em testar os espíritos     (I João 3:24 e 4: 6).

E aquele que guarda os seus mandamentos nele está, e ele nele. E nisto conhecemos que ele está em nós, pelo Espírito que nos tem dado. ( I João 3:24 )
Nós somos de Deus; aquele que conhece a Deus ouve-nos; aquele que não é de Deus não nos ouve. Nisto conhecemos nós o espírito da verdade e o espírito do erro. ( I João 4 : 6 )