Google+ Badge

segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

" SEXO E AMOR "

                                                                                                               ( I tessalonicenses 4:1-12 )

"Porquanto Deus não nos chamou para a impureza e, sim em santificação" (7)

Duas adolescentes estavam conversando sobre o modo como haviam sido criadas . A primeira dizia : "Meus pais já me ensinaram tudo a respeito do sexo; não preciso destas aulas de educação sexual que temos na escola.". A outra ficou quieta por um momento, depois falou : "Meus pais me ensinaram a respeito do amor e mostraram-me como deve ser vivido. Acho que encontrei um meio para lidar com o problema do sexo"
Em sua opinião, qual das duas teve um começo melhor?
Sua resposta vai fazer você lembrar-se de suas prioridades quanto ao viver e conversar.
Casamentos desfeitos, adolescentes grávidas, a disseminação de doenças venéreas, aids, solidão, depressão, amargura e violência, são sintomas de uma séria fome de amor.

SEXO - Necessidade de auto-controle - (3-7)- De todas as dádivas de Deus par nós, a mais gratificante talvez a complementação no relacionamento homem-mulher.
Entretanto vivemos em um mundo no qual o abuso do sexo seja a causa de maior infelicidade em nosso tempo, do que qualquer outro fator.
A Bíblia não rotula o sexo como pecado; ao contrário a imoralidade é uma praga. Não podemos considerá-lo levianamente, embora o ponto seguinte nos faça lembrar de necessidade de nos compadecermos pelos que caem, vitimas das pressões desse tempo.

AMOR - Caminho para a felicidade - (9-12) -  Paulo seguramente, falara a respeito do amor, quando em Tessalonica, e Deus colocara suas palavras em seus corações (veja 2:3).
Mas o amor nunca termina (v-10). O amor de Deus é como uma corrente de águas sempre  fluindo sem poder ser represada.

"O amor de Deus precisa de canais, não de represas"